Fragmentos das Lições de Guerra de Liuji

Como simular uma emboscada
Disse Liu Ji:
Na guerra, se estiver destituído de poder, aparente abundância de tal maneira que os inimigos não consigam saber se, na verdade, você é fraco ou forte. Então hesitarão em lutar contra você, que poderá manter suas forças intatas.
A regra é: "Quando os adversários não querem lutar contra você, é porque pensam ser contrário aos próprios interesses ou porque você os levou a pensar assim" (Sunzi).
Durante a era dos três reinos, Zhuge Liang, general do reino de Shu, designado para uma das passagens mais estratégicas na fronteira com o reino de Wu, ficou sozinho para guardar a fortaleza com dez mil soldados, quando os outros generais Shu levaram seus exércitos para o sul.
Sima Yi, general do reino de Wei, levou vinte mil soldados para atacar Zhuge Liang. Quando estavam a cerca de quarenta quilômetros do posto avançado Shu, Sima Yi enviou batedores para fazer o reconhecimento. Quando os batedores voltaram, disseram que Zhuge Liang tinha poucos soldados na cidadela.
Enquanto isso, Zhuge Liang também ficou sabendo da chegada iminente do exército Wei. Temia ser atacado e queria chamar de volta um dos outros generais Shu, que saíra mais cedo com suas tropas. Entretanto, já estavam muito longe e não havia nada que pudessem fazer para ajudar.
Os comandantes e oficiais defensores Shu tremeram de medo, pois nenhum deles sabia o que fazer. Zhuge Liang, entretanto, permaneceu calmo. Ordenou aos soldados que arriassem as bandeiras, guardassem os tambores de guerra e ficassem o maior tempo possível dentro da fortaleza. Mandou abrir todos os portões da cidade fortificada e limpar as ruas.
Sima Yi, o general Wei, pensava que Zhuge Liang estivesse sendo cauteloso. Quando viu essa aparente fraqueza, suspeitou que houvesse soldados escondidos de tocaia. Por isso levou suas tropas de volta para as montanhas ao norte.
No dia seguinte, à hora da refeição, Zhuge Liang riu com seus auxiliares, dizendo:
- Sem dúvida Sima Yi pensou que eu estava apenas simulando fraqueza e havia armado emboscadas, por isso correu para as montanhas!
Conhecendo o oponente
Disse Liu Ji:
Na guerra, quando os adversários são disciplinados em seus movimentos e estão bem afiados, ainda não é a ocasião de lutar contra eles. É melhor fortificar sua posição e aguardar. Espere que percam energia depois de ficar alerta por muito tempo. Então, levante-se e ataque-os. Não deixará de ganhar.
A regra é: "Demore-se até que os outros se enfraqueçam" (Primavera e Outonos de Confúcio).
No início da dinastia Tang (618-905), seu fundador Gaozu fez uma campanha contra um déspota que assumira o controle territorial no fim da dinastia Sui anterior (588-618). Quando o Gaozu cercou o déspota na antiga capital do leste, o líder de uma rebelião camponesa simultânea trouxe todos os seus seguidores para socorrer o déspota Sui. Entretanto, Gaozu bloqueou o exército camponês em um distante desfiladeiro montanhoso chamado "Reduto militar".
Quando o exército camponês reuniu-se a leste do rio, estendendo-se por quilômetros, todos os comandantes do exército de Gaozu ficaram amedrontados. Gaozu em pessoa cavalgou até o cume da montanha, com alguns cavaleiros, para observar o exército camponês.
Ao ver o povo, ele falou: "Essa multidão nunca enfrentou um adversário importante e agora está atravessando uma estreita garganta de maneira caótica, sem disciplina militar. O fato de se reunirem perto da cidade significa que fazem pouco de nós. Creio que se nossas forças não devem se mover e esperar até que os camponeses desanimarem. Depois de ficarem longo tempo em campo, os combatentes ficarão famintos e, com certeza, recuarão por vontade própria. Se então atacarmos enquanto procuram cair fora, teremos garantido nossa vitória".
O exército camponês permaneceu em formação de combate desde antes da madrugada até depois do meio-dia. Os combatentes ficaram famintos e cansados e começaram a olhar em volta e a brigar por causa de comida e bebida.
Gaozu mandou um de seus comandantes levar trezentos guerreiros montados para o sul, a fim de passar galopando pelo flanco oeste da multidão, dando-lhe estas instruções: "Se a multidão não se movimentar quando você fizer a investida, pare e volte para cá. Se perceber movimento, vire-se e ataque pelo leste".
Quando os cavaleiros passaram galopando, os camponeses se movimentaram e Gaozu deu ordem para atacar. Desceram a encosta da montanha até o vale, seguindo para leste e atacando os insurgentes por trás.
O líder dos camponeses, que já fora oficial militar, afastou seus combatentes, mas antes que se reagrupassem, o imperador atacou-os com tropas montadas ligeiras, dizimando-os onde quer que fossem. A multidão espalhou-se pelos quatro ventos e o líder foi capturado vivo, sendo executado mais tarde na capital do novo império Tang, em 621.
(adaptado de Thomas Cleary, O conhecimento da Arte da Guerra. São Paulo: Gente, s/d)

Nenhum comentário:

Postar um comentário